Sonar

Divirta-se nessa relíquia perdida no tempo

31/03/2023
1225 Acessos
Imprimir
Recentemente, foi encontrado um protótipo do jogo Sonar na coleção de Jim Snyder, que trabalhou na Atari na década de 1980. Na imagem do jogo, é possível ver dois navios procurando outros navios.

Embora o criador Stewart tenha originalmente descrito Sonar como uma "versão de brinquedo de Batalha Naval", o jogo apresenta diferenças distintas em relação ao jogo de estratégia original. Segundo o Atari Protos, Sonar foi projetado para funcionar em uma única tela, ao contrário de Batalha Naval, que possui dois tabuleiros divididos. No jogo original, os jogadores colocam navios em uma grade e o oponente tenta adivinhar as coordenadas para lançar um ataque e afundá-los. Para simular essa dinâmica, Sonar oculta os navios-alvo e permite que os jogadores se movimentem livremente pela tela para encontrá-los em tempo real. Essa solução inteligente aproveita ao máximo a tecnologia disponível.

Um usuário nos fóruns da Atari Age afirmou ter adquirido o protótipo, mas lamentou não ter tido a oportunidade de falar com o proprietário, que faleceu pouco tempo depois que conheceu sua filha. Segundo o usuário, a filha informou que uma grande quantidade de disquetes foi descartada e ele pediu que lhe entregasse qualquer material relacionado à Atari que encontrasse na garagem do pai da moça. Dessa forma, o usuário conseguiu resgatar esses materiais que, de outra forma, teriam sido descartados em aterros sanitários na área da baía.

Embora tenha sido oferecido a um museu, o Atari Protos relata que o jogo apresenta algumas falhas e bugs esperados em protótipos inacabados. Por exemplo, ocorre algum tremor ao usar recursos como a varredura do sonar e o jogo possui apenas um mapa pré-programado. De acordo com o código do jogo, uma versão final teria tabuleiros aleatórios, o que aumentaria seu valor de repetição, mas essa funcionalidade ainda não foi implementada no protótipo encontrado antes de ser arquivado.