A quebra da indústria em 1983

Conheça os fatores que levaram a indústria dos games ser o que é e porque o pai dos consoles não possui tanta força

4415 Acessos
Imprimir
A quebra da indústria em 1983
Nos encontramos hoje em um mercado de games super ativo e crescendo cada vez mais, mas nem sempre foi assim. Em 1983 houve o que chamamos hoje de “A Quebra da Indústria dos Vídeo Games na America do Norte”, ou apenas de "A Grande Queda dos Vídeo Games", naquela época a empresa Atari estava em seu auge e dispunha de quase 100% do mercado de games e a maior parte das em empresas de desenvolvimento faziam jogos para a plataforma Atari.

Até que devido a essa grande quantidade de desenvolvedores, existia uma abundância de jogos ruins e sem sentido o que acarretou em perda credibilidade da indústria de vídeo games. E como a Atari era a única demanda que realmente atingia o grande mercado, essa perda gerou um grande problema financeiro para todas as empresas envolvidas.

Com o crescimento das vendas dos computadores pessoais e com o problema dos jogos, a competição nas vendas foram muito cruéis com os consoles e foram as principais razões pela grande queda da industria.

Jogos chaves na quebra

Um dos jogos que criaram esse problema foram os jogos do E.T e o Pac-Man. E.T foi uma péssima adaptação do filme de grande sucesso de Spielberg. Foi feito um investimento muito grande nesse jogo e quando ele decepcionou a todos e não vendeu praticamente nada a Atari tentou comprar todas as versões que estavam paradas na loja, o que levou a um gasto muito grande alem de que a licença para usar o nome do filme era muito caro gerando uma divida enorme para a empresa levando a dois anos depois ser vendida pra a Warner.

Outro nome dessa lista de jogos foi o Pac-Man, grande sucesso nos árcades, mas uma péssima adaptação no console e também não teve uma venda expressiva trazendo mais dividas para a Atari.

Mais Falhas

Outros de fatores relacionados ao desenvolvimento foram importantes para os problemas da época, a Atari tinha uma filosofia de não dar credito aos desenvolvedores de seus jogos, como a maioria das outras empresas, e isso foi revoltando alguns empregados que chegaram ao ponto de sair da empresa e criaram a sua própria, a Activision.

Efeitos Mundiais

Nos Estados Unidos a indústria do vídeo game estava se dissolvendo com todos os problemas listados acima, na Europa a campanha era diferente, o marketing agressivo nos computadores pessoais foi muito grande tendo como propaganda “Porque comprar para seu filho um vídeo game e distraí-lo da escola sendo que você pode comprar um computador pessoal que irá prepará-lo para a universidade?”

Com o baixo preço dos computadores na Europa, eles se popularizaram muito rápido e enquanto os Estados Unidos sofria com o mercado de games, na Europa esse mesmo mercado se especializava no ramo dos PCs e dominavam o mercado europeu, até a chegado do PlayStation.

O erro da Atari segundo Hiroshi Yamauchi (presidente da Nintendo) foi dar muita abertura aos desenvolvedores de outras empresas.


A volta da Indústria

Em 82 eram vendidos em torno de 3 bilhões de dólares já em 1985 foi parar em torno de 100 milhões, um queda muito grande para uma empresa que estava sempre lançando inovações no mercado.

O que trouxe novamente a indústria foi a Nintendo com o NES trazendo valores de 2.3 bilhões de dólares em 1988 representando 70% do mercado mundial.



Redação: Walter Stival Junior