Atari Lynx

Projetado pela Epyx, o primeiro handheld colorido foi criado pela Atari

3002 Acessos
Imprimir
Atari Lynx
Projetado com o nome Handy Game, por uma empresa chamada Epyx (California Games, Summer Games, Winter Games). O portátil, ainda não lançado, possuía um título incrível para a época: o primeiro handheld com visor LCD colorido.

Durante uma crise financeira, a Epyx percebeu que não conseguiria bancar seu projeto sozinha, buscando parcerias, ela foi rejeitada pela Nintendo, mas abraçada pela Atari. Com as duas empresas juntas na criação do console, a Atari seria responsável pela produção e marketing do produto e a Epyx focaria em seu software.

Em setembro de 1989 o prometido portátil de visor colorido era lançado, pela Atari Corp., sob o nome de Atari Lynx. O objetivo do videogame era recuperar o mercado perdido para a Nintendo anos antes.

O problema é que a maior rival da Atari havia lançado seu próprio portátil um mês antes, nos Estados Unidos. E não foi somente por conta do lançamento adiantado que o Game Boy, da Nintendo, ganhou do Lynx nas vendas do fim de ano.

O display do Lynx realmente era superior a qualquer outra tela de portátil da época, isso valia também para o Game Boy, que possuía visor preto e branco. O problema é que o display colorido exigia um portátil muito grande e com alto consumo de bateria. O resultado foi simples: o Game Boy era menor, mais leve, com bateria mais durável e custava cerca de 100 dólares a menos que o portátil da Atari.

Dois anos depois, em 1991, a Atari relançou o Lynx, agora com um design mais agradável e bateria melhorada. O Lynx II chegou a ser vendido a um preço quase igual ao do Game Boy (99 dólares), mas mesmo assim a Nintendo dominou completamente o mercado dos portáteis.

Apesar de ser o portátil mais conhecido da empresa, a Atari lançou a versão handheld do fliperama Touch Me em 1978, um ano depois do mais famoso console da empresa, o Atari 2600.



Redação: João Victor Martins
Tags: Console