A História da Empresa Atari

Conheça a história de uma das empresas mais importantes da indústria dos games.

10658 Acessos
Imprimir
A História da Empresa Atari
Entre os espectadores de uma das demonstrações do jogo Spacewar!, de 1966, estavam Nolan Bushnell e Ted Dabney, que ficaram interessados no potencial comercial do game. Alguns anos depois os dois se uniram para criar um fliperama chamado Computer Space, inspirado em Spacewar!, um dos primeiros jogos criados com objetivo comercial.

Com o intuito de criar uma empresa de games, Bushnell e Dabney se uniram para formar a Syzygy Engineering. Tão logo que a empresa surgiu eles contrataram Allan Alcorn como primeiro engenheiro. A ideia era que Alcorn criasse um jogo de corrida, chamado Syzygy , mas, como Nolan achou que seria muito complexo para um programador inexperiente, ele decidiu testar as capacidades de Alcorn.

Em 72 Bushnell viu uma demonstração do Magnavox Odyssey e um jogo de tennis chamou sua atenção. Bushnell decidiu que o teste de Alcorn seria criar uma versão arcade do jogo Tennis, do Odyssey.

Durante esse meio tempo, Nolan e Ted descobriram que já havia uma empresa chamada Syzygy, então tiveram que mudar o nome de seu futuro empreendimento. Nesse momento Bushnell escreveu várias palavras de Go (popular jogo chinês) e eventualmente escolheu o termo atari.

Em Japonês a palavra atari vem de "ataru", que significa "acertar o alvo". O termo é comumente utilizado quando alguém adivinha uma resposta ou ganha na loteria.

Dessa maneira, no estado da Califórnia, no dia 27 de junho de 1972 a Atari Inc. finalmente foi fundada.



Atari Inc. - O Início
Após a empresa ser formalmente criada, Alcorn terminou o desafio proposto por Nolan, criando uma versão fliperama do jogo Tennis, do Magnovox Odyssey. Assim surgiu Pong, o primeiro lançamento da Atari Inc e o primeiro fliperama com real sucesso comercial.

No ano seguinte a Atari criou, secretamente, uma empresa chamada Kee Games, que seria uma falsa concorrente de mercado. A Kee Games seria chefiada por Joe Keenan, visinho de Bushnell, e o seu objetivo seria enganar os distribuidores de fliperama, que queriam exclusividade. As empresas lançariam os mesmos jogos, apenas com nomes diferentes.

Ainda em 1973 a Atari comprou a Cyan Engineering, uma empresa de engenharia que teria como objetivo fazer pesquisas quanto à próxima geração de videogames. Nesse momento os engenheiros passaram a trabalhar num projeto chamado "Stella", um novo videogame que revolucionaria o mercado dos consoles.

Enquanto o projeto tomava forma, a Atari Inc. desenvolvia outro grande fliperama de sucesso, desta vez com os jovens Steve Jobs e Steve Wozniak (co-fundadores da Apple) em sua equipe. O produto desse projeto foi Breakout, lançado em maio de 76 e considerado um dos jogos mais importantes da empresa.

Nolan Bushnell sabia do potencial do projeto Stella, mas infelizmente não poderia bancá-lo até o fim, o que o fez vender a Atari Inc para a Warner Communications, em 1976, por cerca de 30 milhões de dólares e a certeza de que o projeto seria terminado o quanto antes.

No ano seguinte o projeto Stella finalmente foi concluído e, no dia 14 de outubro de 1977, o mundo foi apresentado ao Atari Video Computer System, um dos videogames mais importantes da história.

A equipe de desenvolvimento do console acreditava que o Atari VCS teria apenas três anos de mercado, o que fez com que um novo projeto começasse a se desenvolver assim que o primeiro foi lançado.

Nesse meio tempo Bushnell não estava feliz com as decisões tomadas pela Warner em relação à Atari. Em dezembro de 1978, durante uma discussão com um dos executivos da empresa, o co-fundador da Atari Inc. foi demitido. Raymond E. Kassar foi contratado para ficar em seu lugar.

Em 78 a Atari acumulou 2 bilhões de dólares em sua venda anual, se tornando, na época, a companhia com crescimento mais rápido na história dos Estados Unidos.

No final dos anos 70 a revolução dos computadores pessoais estava começando e a Atari estava interessada em entrar no novo mercado. Assim, em 1979, a empresa lançou sua linha de Home Computers 8-bit. Os Atari 400 e 800 possuíam alguns detalhes que os fizeram menos atraentes que o Apple II, mas ambos venderam bem.



Tentativa e erro
No inicio dos anos 80 a empresa lançava o videogame que deveria substituir seu primeiro console. O Atari 5200 Super System, ou simplesmente Atari 5200, era como um dos computadores da linha 8-bit exceto que sem o teclado.

O novo console poderia ter sido um sucesso, já que ele era mais poderoso que o, agora renomeado, Atari 2600. O problema é que não havia nenhuma compatibilidade entre o novo videogame e seu predecessor, nem mesmo com os softwares dos computadores em que ele se baseia.

Como os lares estavam cheios de cartuchos de Atari 2600, não havia sentido em comprar um console novo e perder todos os jogos antigos.

Nesse momento a indústria dos jogos passava por um de seus momentos mais delicados. O criação desenfreada de jogos de baixa qualidade para o 2600, somados com os terríveis lançamentos de Pac-Man e E.T. e a tentativa fracassada de vender o 5200 fizeram com que toda a indústria sentisse os problemas que a Atari estava passando. Todos esses fatores somados acarretaram na quebra da indústria dos jogos, de 1983.

No mesmo ano uma empresa japonesa chamada Nintendo estava fazendo sucesso com seu poderoso console, o Famicom. Tentando estender as vendas do videogame para o mundo inteiro, a Nintendo entrou em contato com a Atari, para que ela vendesse seu console e pagasse Royalties em troca.
Como a história nos mostra, o acordo entre a Atari e a Nintendo nunca aconteceu. Forçando a empresa japonesa a entrar sozinha no mercado ocidental. Assim, em 1985, ocorreu o lançamento do console que reviveria a industria que estava em pedaços, o Nintendo Entertainment System.
No ano anterior, após Ray Kassar ser demitido da Atari, e seu sucessor também não conseguir fazê-la se reerguer, a Warner vendeu a divisão de computadores e consoles da empresa para Jack Tramiel, famoso empresário e fundador da Commodore International.

Dessa maneira a Atari Inc foi dividida em duas: a Atari Corporation, pertencente à Jack Tramiel, e a Atari Games, divisão de fliperamas que se manteve parte da Warner.



Atari Corp. - Um novo Começo
Sob a direção de Tramiel, a Atari Corp. utilizou seu estoque remanescente de jogos e consoles para se manter no mercado enquanto o desenvolvimento de uma nova linha de computadores era terminado. Em 1985 a empresa lançou computadores que seriam evoluções da família 8-bit, a nova linha Atari XE e o novíssimo Atari ST, de 16-bit.

Alguns meses antes de ser vendida, a Atari Inc lançou seu terceiro console, o Atari 7800 ProSystem, que foi retirado das prateleiras durante os transmites da venda da empresa. Dois anos depois, em Janeiro de 1986 o Atari 7800 era relançado, mas com menos acessórios do que a Atari Inc havia prometido.

Juntamente com o 7800 foi lançada uma nova versão do antigo Atari 2600, popularmente conhecido como Atari 2600 jr. Ambos venderam razoavelmente bem, principalmente o 7800, que, diferente de seu predecessor, possuía total compatibilidade com os jogos de Atari 2600.

Com a Nintendo trazendo de volta a indústria dos games e o Atari 7800 não vendendo tão bem, a empresa lançou o XE Game System, um videogame adaptado do Atari XE.
Conhecido como Atari XEGS, o console foi lançado em 87 e, diferente do Atari 5200, que também era adaptado da linha 8-bit, o XEGS possuía total compatibilidade com os softwares e periféricos dos computadores, além de funcionar como um.


Ultimas tentativas
O resultado de três consoles sendo vendidos ao mesmo tempo não foi satisfatório para a empresa que, em 1989, lançava algo novo no mercado: o Atari Lynx. O famoso videogame portátil da Atari foi uma tentativa de evoluir o mercado de handhelds.

O mercado de portáteis estava em um mundo monocromático e foi justamente nesse ponto que o Lynx atacou. O handheld foi o primeiro a apresentar um visor colorido, trazendo a experiência que as pessoas tinham com os consoles, para um portátil.

Infelizmente a novidade veio com alguns empecilhos, como o tamanho exagerado do console, a fraca duração da sua bateria e seu preço elevado. Mas de todos os problemas que o Lynx enfrentou, o maior veio de sua mais nova rival.

No mesmo ano de lançamento do Lynx, a Nintendo lançou seu portátil, o Game Boy, um portátil menor, mais leve e mais barato. Mesmo tendo visor preto e branco, o handheld foi mais aceito pelo público.

O próximo lançamento significante da empresa foi somente quatro anos depois do Lynx e o último sob o comando de Jack Tramiel. O Atari Jaguar foi o centro das atenções da Atari Corporation, que cancelou os últimos produtos da sua linha de computador para se focar no console.

Com grandes títulos como Tempest 2000, Doom, Wolfestein 3D, Rayman e Alien vs. Predator, o Atari Jaguar tinha tudo para fazer a empresa voltar para o topo, infelizmente isso não aconteceu.

A verdade é que o console não possuía muitos títulos, o que foi crucial em seu desempenho no mercado. Mesmo seus concorrentes, Sega Saturn, Super Nintendo e 3DO sendo menos potentes, o mercado não estava interessado em um videogame sem jogos.

Com a chegada do CD para substituir os cartuchos, muitos consoles tiveram que criar adaptações para a possibilidade de rodar jogos na nova mídia. A Atari não foi uma exceção e em setembro de 95 era lançado o Jaguar CD, um acessório que seria encaixado no console da empresa. Mas mesmo com a adaptação que atualizaria o Jaguar à nova forma de rodar jogos, o console não conseguiu vencer seus concorrentes de mercado.

Em 95 um grande evento aconteceu e atrapalhou ainda mais o futuro da Atari com consoles: A Sony lançou no ocidente o seu Playstation, que revolucionaria a indústria dos games.

Procura-se comprador
Nesse momento a Atari Corporation passou por uma série de processos de vendas, onde ela foi fundida com a JTS Inc, formando a JTS Corpotarion. Após isso a empresa ainda foi vendida para a Hasbro Interactive e, nos anos 2000, para a Infogrames, que prometeu reinventar a marca Atari.

A partir desse momento alguns jogos foram lançados com o nome da empresa, como Splashdown e MX Rider. Além disso a empresa anunciou, em 2008 a compra da Cryptic Sturios, uma desenvolvedora de MMORPGs.

Mais recentemente a empresa lançou versões de seus jogos clássicos para smartphones com sistema android e iOS. Além da criação do Atari Arcade, site que disponibiliza, para jogo, novas versões dos títulos da empresa.

Vale lembrar que a Atari Corporation era apenas uma das divisões da antiga Atari Incorporated. A Atari Games, que se manteve sob o nome da Warner, foi vendida para a Namco em 1985 e continuou vendendo fliperamas. Em 87 a empresa passou a vender cartuchos para um dos maiores rival da Atari Corp, o Nintendinho.

Em 1993 a Warner, agora Time Warner Interactive, comprou a Atari Games e três anos depois a empresa foi novamente vendida, agora para a WMS Industries, dona das mascas Williams e Bally e Midway.

Quando a Hasbro comprou a Atari Corporation o nome Atari começou a voltar ao mercado, o que fez com que a WMS Industries mudasse o nome da Atari Games para Midway Games West.
Em fevereiro de 2009 a Midway Games entrou em falência, fazendo com que a Warner Bros. Entertainment comprasse toda sua propriedade intelectual da empresa, em junho do mesmo ano.


Pedido de falência
Ao ser comprada pela Infogrames, a empresa foi dividida em duas, a Atari Inc., atuante nos Estados Unidos, e a Atari SA, localizada na França.

Desde sua aquisição, a Atari SA gerou apenas despesas, prejudicando sua irmã americana, que se manteve lucrando. Para impedir que o braço francês atrapalhasse a Atari Inc., a empresa decidiu entrar com um pedido de falência, possibilitando a separação com o resto do grupo.

A notícia parece trágica, mas, na realidade, pode representar um passo para frente na história da Atari. Entrando em falência, uma nova empresa pode comprá-la, com novos pensamentos e, principalmente, possibilitando mais liberdade de criação. Proporcionando uma continuação para o projeto de jogos mobile.

Chave de ouro
A história da Atari foi moldada entre altos e baixos, a empresa que foi considerada a com o crescimento mais rápido na história do país, também foi dividida e vendida diversas vezes. Nascida com grandes sucessos como Pong, Breakout e o próprio 2600, a Atari foi fundamental para a criação de uma indústria, que hoje é maior que a do cinema.

Após a consolidação da indústria, a empresa não conseguiu mais repetir o sucesso que teve em seus primeiros anos, lançou consoles, computadores e jogos que tentaram revolucionar, mas que foram abatidos pela forte concorrência. A verdade é que a Atari parece ter sido criada apenas para dar o Start nessa nova indústria.

Popularmente dizemos que, se algo acabou bem, foi terminado com chave de ouro. Analisando a história da Atari, vemos que a empresa, que está longe de acabar, na verdade é a própria chave. A chave dourada que abriu a porta para o mundo dos games.



Redação: João Victor Martins
Tags: